segunda-feira, 2 de julho de 2012

O que significam ouro, incenso e mirra?



Os presentes dos magos, que em nenhum lugar da Bíblia diz que eram três e numa tradução mais correta poderiam ser chamados de "sábios" ao invés de "magos", foram ouro, incenso e mirra. Sua dúvida é sobre o significado desses presentes, já que escutou diferentes explicações.

Mat 2:11 E, entrando na casa, acharam o menino com Maria sua mãe e, prostrando-se, o adoraram; e abrindo os seus tesouros, ofertaram-lhe dádivas: ouro, incenso e mirra.

Quando lemos os evangelhos devemos ter em mente de que eles (em especial Mateus) são o cumprimento das profecias do Antigo Testamento para Israel (a igreja só viria a existir em Atos 2), que previam a vinda de seu Messias e Rei. Mateus é o evangelho que mais diz que as coisas descritas ali aconteceram para que se cumprisse a palavra dos profetas (Veja Mt 1:22; 2:23; 4:14; 817; 12:17; 13:35; 21:4; 27:35).

Portanto para entendermos os evangelhos é importante sabermos o que Deus prometeu a Israel e também termos em mente toda a simbologia dos tipos e figuras encontrados no Pentateuco, os 5 primeiros livros escritos por Moisés. Você encontra ouro e incenso muitas vezes nos objetos e cerimônias do tabernáculo de Deus no deserto. Se quisermos entender seu significado é ali que devemos buscar, pois o tabernáculo já era, por si só, uma figura de Cristo em seus diversos aspectos.

Rom 5:14 No entanto, a morte reinou desde Adão até Moisés, até sobre aqueles que não tinham pecado à semelhança da transgressão de Adão, o qual é a FIGURA daquele que havia de vir.

1Co_10:6 E estas coisas foram-nos feitas em FIGURA, para que não cobicemos as coisas más, como eles cobiçaram.

Rom_15:4 Porque tudo o que dantes foi escrito, para NOSSO ENSINO foi escrito, para que pela paciência e consolação das Escrituras tenhamos esperança.

Col 2:16-17 Portanto, ninguém vos julgue pelo comer, ou pelo beber, ou por causa dos dias de festa, ou da lua nova, ou dos sábados, Que são SOMBRAS das coisas futuras, mas o corpo é de Cristo.

1Pe_3:21 Que também, como uma verdadeira FIGURA, agora vos salva, o batismo, não do despojamento da imundícia da carne, mas da indagação de uma boa consciência para com Deus, pela ressurreição de Jesus Cristo;

1Pe_3:21 Que também, como uma verdadeira FIGURA, agora vos salva, o batismo, não do despojamento da imundícia da carne, mas da indagação de uma boa consciência para com Deus, pela ressurreição de Jesus Cristo;

Portanto muitas respostas para entender os evangelhos nós encontramos no Antigo Testamento.

Ouro era um símbolo que representava a perfeição divina e dignidade real, portanto no evangelho nos fala da divina Pessoa de Jesus, o Rei dos judeus.

Incenso era um perfume que era usado nas cerimônias do tabernáculo e nos fala da fragrância da humanidade sem pecado de Jesus, que era percebida por todos em tudo o que fazia ou por onde quer que andasse.

Mirra era uma erva amarga e nos fala dos sofrimentos e amarguras que Jesus iria sofrer. Em Isaías 60:6 a profecia só fala de ouro e incenso porque Isaías está falando da segunda vinda de Cristo, que será em poder e glória, e não em sofrimento como da primeira vez.

Ao presentearem o Filho de Deus vindo ao mundo, os sábios do oriente reconheciam com esses tipos ou figuras que Jesus era Deus e Rei, que sua humanidade era perfeita e que aquela criança estava destinada a sofrer.

Para entender melhor os símbolos do Antigo Testamento sugiro a leitura dos livros de C. H. Mackintosh sobre o Pentateuco, que são excelentes e existem em português.

por Mario Persona

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails